sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Submersa

É a primeira vez que há medo em estar submersa em meu próprio eu.
Já não sei quem sou.
Talvez tenha mudado tanto que desconheço.
Talvez tenha tanta certeza que me perdi.
Redescobrir é a revoada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguardo sua próxima visita!