domingo, 31 de maio de 2015

Nota sobre o domingo presente.

Escrevo.
Apago.
Reescrevo.
Você continua sendo minhas mais belas palavras.
Dói cada parte do meu corpo ao pensar que suas mãos não o tocarão mais.
Minhas lágrimas já não têm controle.
E ao fim desse desabafo, eu só consigo agradecer porque eu amei você como eu nunca pensei que amaria alguém.
E eu agradeço por transformar meu sonho de amor em algo real.
Continuo te amando, mas agora estou tentando andar de frente e sempre pra frente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguardo sua próxima visita!